Leitores que pedalam – Pedro Humberto e a acerola

acerola2

Uma das coisas mais legais de pedalar pela cidade é que a gente descobre que pode vivenciá-la de um jeito mais próximo e humano. Me digam se dá para parar e colher um frutinha enquanto está preso num engarrafamento terrível ou ainda, se estiver cheio de estresse e medo? Não, né? Aliás, na correria, até esquecemos de que existem árvores frutíferas em Fortaleza. Mas de bicicleta, o olhar da gente é bem mais relaxado e até poético.

Uma das pessoas que tem esse olhar é o fotógrafo Pedro Humberto, 58, que trabalha no Museu de Arte da UFC, localizado no Benfica. Ele mora a menos de um quilômetro do trabalho, percurso que costuma fazer de bicicleta, a pé ou ainda, de moto. Há três meses ele adquiriu a Angelina, essa bike dobrável aro 20 fofíssima e com ela para de vez em quando nesse pezinho de acerola, que fica na rua Carlos Câmara. “Quando as frutas estão molhadas de chuva é ainda melhor. Será que aqueles que passam de carro, ao menos notam que existe ali um pé de acerola”?, contesta o fotógrafo, que lamenta a ausência de ciclofaixas no Benfica.

acerola1

Gostaram? Eu adorei! Vou começar a reparar nos pés de jambo pela cidade e voltar com o cesto cheio para casa.

Ah, e o Humberto mandou as fotos dele e um pouquinho de sua história para o email debikenacidade@gmail.com . Mande você também! Vou adorar saber mais sobre você e sua bicicleta.

Um abraço e vamos pedalar!

Anúncios

2 comentários sobre “Leitores que pedalam – Pedro Humberto e a acerola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s