Entrevista – Celso Sakuraba

Celso Sakuraba De Bike na Cidade Sheryda Lopes

Ex-presidente da Associação de Ciclistas Urbanos de Fortaleza (Ciclovida) e atual membro da diretoria, advogado, Bike Anjo, professor de inglês… Muitas atividades para uma pessoa só, e todas exercidas com o mesmo meio de transporte: a bicicleta. Com vocês, Celso Sakuraba.

Há quanto tempo você pedala?

Há três anos.

Quando você percebeu que era possível utilizar a bicicleta como um meio de transporte para as atividades do cotidiano, e não apenas como lazer ou esporte?

Nunca concebi bicicleta como lazer ou esporte. Já comecei a utilizá-la como transporte, quando estudava na Universidade de Coimbra, Portugal.

Quantos quilômetros você pedala por dia e para quais atividades?

Varia conforme a quantidade de alunos, já que lecionar inglês é minha atividade que exige mais deslocamentos. Alguns dias não passam de 10km, outros chegam a 40km. Todo deslocamento que faço é por bicicleta, portanto, todas as atividades.

Em Fortaleza, uma das preocupações das pessoas é em relação ao calor da cidade, e à possibilidade de chegar suado nos locais de trabalho, por exemplo. Como advogado, você usa roupas sociais e precisa estar bem arrumado. Tem algum truque para evitar as manchas de suor e não fazer feio em audiências?

Calor é o menor dos problemas. O suor – que é cada vez menor à medida que a pessoa se acostuma com a bicicleta – seca em minutos. Cada pessoa tem sua forma de lidar com isso. Eu uso uma camiseta branca por baixo da camisa social. Ela absorve todo o suor. O bagageiro impede o suor causado pela mochila nas costas em trajetos acima de 8 km. O paletó pode ser levado na mochila, mas costumo pedalar vestindo-o. Mesmo se eu não adotar nenhuma destas medidas, haverá gente na audiência mais suada do que eu. Suor é totalmente normal e cotidiano, mas só pensamos nele quando falamos de bicicleta, por ser algo alheio ao costume de muitas pessoas. Todo mundo sua. Isso nunca foi um problema.

Seus colegas estranham quando você chega de bicicleta?

Quando estaciono, imagino que não saibam que sou advogado. Dentro do Fórum, ninguém sabe que eu cheguei de bicicleta.

Falando de aspectos jurídicos, que informações você considera importantes para o ciclista urbano? O que ele precisa saber?

A bicicleta é um veículo e tem direito à faixa. Demais condutores devem aguardar atrás e mudar de faixa para ultrapassar. Desrespeitar esta norma é colocar a vida de outrem em risco, o que é um crime. Em caso de desrespeito, é possível chamar a polícia.

Como você avalia o cicloativismo e a inserção da bicicleta no debate e no cotidiano dos fortalezenses?

Fui presidente da Ciclovida em 2014 e atualmente, sou diretor e 2º Tesoureiro. O cicloativismo é fundamental para a mudança das cidades. Só há avanços quando há luta. Este é um fenômeno percebido em todo o Brasil. A razão para isso é que, diante do surgimento do carro, a elite passou a utilizá-lo. Os motoristas, que sempre foram minoria, passaram a ameaçar os ciclistas e a expulsá-los da via através do poder da força física. O poder público, controlado pela mesma elite que conduz os carros, legitimou a agressão ao mantê-la impune e através de medidas que dão a entender que a via é dos motorizados, como o aumento na velocidade máxima e a adaptação das vias para que os motoristas se sintam à vontade utilizando velocidades perigosas. Enquanto não forem os detentores de cargos públicos a sofrer o desrespeito nas ruas – e, principalmente, enquanto forem eles os que o praticam -, não haverá mudança sem luta popular.

Gostaram da entrevista? Deixem sua opinião aí nos comentários!

 

Um abraço e vamos pedalar!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s