Exposições de arte em Fortaleza

Olá! Quem me segue no Instagram deve ter reparado que ultimamente a maior parte das minhas fotos são de aquarelas e ilustrações que tenho feito em casa. Tenho me dedicado mais a essas atividades e por causa disso, ficado bastante tempo em casa. Só que às vezes bate saudade da rua, né? Então resolvi sair para resolver umas burocracias e depois pedalar pela cidade em busca de inspiração para o blog e para fotografar alguns “Vi de Bike“.

Assim fui parar no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, um dos lugares mais amados desta Fortaleza escaldante, para ver a exposição Reflexos da Alma, da Dora Moreira, estilista de bicicletas e artista. Por coincidência, nos encontramos logo na entrada do Dragão, mesmo sem marcar, e seguimos juntas para o local onde suas peças estavam expostas.

A Dora utiliza em suas criações artísticas materiais reaproveitados e naturais, como o cipó e o barro, restos de demolição e peças de bicicleta. Entre as peças que eu mais queria ver estava a “Bicicleta Romeira”, uma homenagem maravilhosa aos romeiros cearenses que percorrem as estradas todos os anos até Canindé. Fiquei emocionada, porque eu tenho um negócio muito forte com minhas raízes e acho a terra algo arrebatador, sabe?

A Bicicleta Romeira

A Bicicleta Romeira

A força do barro do Cariri

A força do barro do Cariri

Maravilhosa nos detalhes

Maravilhosa nos detalhes

Olha que coisa maravilhosa!

Olha que coisa maravilhosa!

Dora e suas criações

Dora e suas criações

Após a visita, segui para a Caixa Cultural, que fica ao lado do Dragão do Mar. O prédio é lindo mas seria ainda mais bonito se tivesse um bicicletário, né, dona Caixa? Espaço é o que não falta. Fui lá para ver a exposição Rastro, do artista Weaver e mais uma vez a emoção tomou conta: Ele viajou pelo interior e fez grafites maravilhosos pelo caminho. Ou seja: juntou duas belezas contrastantes que é a da grande cidade e a do campo. Na exposição, reproduções dos grafites que foram aplicados, fotos da execução das artes e dos resultados, e os estêncils utilizados durante os trabalhos.

blog De Bike na Cidade Dora Moreira e Weaver by Sheryda Lopes (6)

Cabeças nas nuvens… reparem nessa formas geométricas dos vestidos, como são legais

blog De Bike na Cidade Dora Moreira e Weaver by Sheryda Lopes (7)

Como você interpreta essas peças?

blog De Bike na Cidade Dora Moreira e Weaver by Sheryda Lopes (8)

O corpo preso, a cabeça livre

blog De Bike na Cidade Dora Moreira e Weaver by Sheryda Lopes (10)

Os stêncils… Adoro ver materiais e estúdios de artistas

blog De Bike na Cidade Dora Moreira e Weaver by Sheryda Lopes (11)

Olha que coisa maravilhosa essa imagem: uma menina que fez amizade com o Weaver desenhou toda a turma. Integração do artista com a comunidade

blog De Bike na Cidade Dora Moreira e Weaver by Sheryda Lopes (9)

Aí você pega a estrada e se depara com uma imagem dessas. Já pensou?

Depois de passar a tarde mergulhada nesses ambientes criativos e inspiradores, voltei pra casa pedalando à noite pelo Centro. As ruas tranquilas, frias, o silêncio, o som da Shamira e de suas engrenagens e eu lá, pensando na vida, em arte, na minha cidade… Tem como se sentir mais livre que isso? 🙂

A exposição Rastro infelizmente já foi encerrada, mas a da Dora continua até amanhã. Visitem! É gratuito e vale muito a pena!

Um abraço e vamos pedalar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s