Eventos – Bicicletada da Massa Crítica, Bate papo sobre cicloturismo e Oficina de mecânica básica para mulheres

De hoje até amanhã o que não falta é evento para quem gosta de bicicletas aqui em Fortaleza. Aqui vão algumas informações de pelo menos três deles. Vale a pena conferir e marcar presença.

Para as meninas, chamo atenção especialmente para o terceiro, que já é fruto da 1ª roda de conversa das Mulheres CiclistAs aqui de Fortaleza. 😉

Vamos lá, à agenda.

– Bicicletada Massa Crítica Fortaleza – Em solidariedade aos ciclistas de São Paulo

massa crítica

A Massa Crítica é um movimento com origem internacional que defende as bicicletas e a mobilidade urbana. Aqui no Brasil, se estende por várias capitais, realizando, em toda última sexta-feira do mês, uma bicicletada para chamar atenção da sociedade para as magrelas. Em Fortaleza, o Massa Crítica é responsável pela pintura de várias ciclofaixas cidadãs, entre outras ações.

Este mês, a bicicletada vai ser em apoio aos ciclistas de São Paulo, pois recentemente o Ministério Público entrou com uma ação para suspender a construção de ciclovias naquela cidade. Isso vem gerando polêmicas e revolta entre os ciclistas, que querem ver a estrutura cicloviária das grandes capitais avançar, e não retroceder. A expectativa é de que milhares de ciclistas por todo o país juntem-se ao evento, que promete ser histórico.

Quando: 27/03/2015 (hoje), com concentração às 19:30h

Onde: Praça do Ciclista, em frente à Autarquia Municipal de Trânsito, na avenida Aguanambi. O trajeto da bicicletada será decidido no local.

Mais informações: Evento no Facebook.

 

– Bate Papo sobre Cicloturismo

cicloturismo

O argentino Martin Corrales, que está viajando de bicicleta desde junho de 2013, estará presente na Bitelli Bikes para um bate papo sobre Cicloturismo. Bom para quem está com aquela coceirinha de vontade de pegar a estrada. o/ #debikenanaturezaselvagem

Quando: 28/03/2015 (amanhã), às 13h.

Onde: Bitelli Bikes. Rua Livio Barreto, 528 A.

Mais informações: Evento no Facebook.

 

– 1ª Oficina de Mecânica Básica de Bicicletas para Mulheres

oficina para mulheres

A 1ª Oficina de Mecânica Básica de Bicicletas PARA MULHERES é um espaço inicial e autoorganizado. Nós, ciclistas urbanas dos mais diversos bairros de Fortaleza, sentimos essa necessidade após a roda de conversa de mulheres ciclistas urbanas realizada na Casa Feminista, no último dia 14 de março. É a primeira atividade de caráter prático/didático das muitas que decidimos realizar, fiquem ligadas e cheguem junto no grupo de Mulheres Ciclistas no Trânsito de Fortaleza https://www.facebook.com/groups/531147383694553/.

A FACILITADORA:
Edmea Queiroz Fraga é educadora física e ciclista urbana há mais de 20 anos.

Esse evento deveria ter ocorrido no 8 de março, Dia Internacional de Luta das Mulheres, durante a Escola Bike Anjo. Mas houve um monte de contratempos, que adiaram a vontade de promover algo que aproximasse as mulheres da mecânica de seus veículos. O bom é que após o oito, conseguimos realizar uma roda de conversa incrível, e a cada dia estamos conhecendo mais e mais mulheres de Fortaleza que pedalam ou desejam pedalar. Assim, provavelmente a oficina vai ser mais legal que se tivesse sido realizada no dia marcado. Tudo em seu tempo.

E eu tive agora uma viagem… Tipo… Os corpos das mulheres são cheios de tabus, desde a infância. Não podemos sentar de perna aberta, usar roupa curta demais, andar sem blusa depois de certa idade, e em muitos casos, somos proibidas até de nos masturbar e conhecer os nossos próprios corpos. De saber por nós mesmas do que gostamos e o que nos dá prazer, enquanto aos homens, o direito de se tocar chega a ser exaltado.

Seria muita loucura traçar um paralelo com nossas bicicletas? Pense bem: de certa forma nos é proibido saber mexer nelas, não acham? Sempre nos falaram para pedir aos homens para consertar as coisas, que isso não era coisa de mulher, que não éramos capazes, que não podíamos nos sujar… Não são mais ou menos às mesmas minhocas que colocaram nas nossas cabeças em relação ao nosso prazer? Então tá mais que na hora de se libertar desses tabus, né? Que tal vencer as barreiras e começar a aprender a mexer na bike? Daí pra emancipação completa é só caminhada. Ou melhor, pedalada. #blogueirafilósofa #naomiwolfperde #meperdoanaominuncamaisfaloisso

Quando: 28/03/2015, às 16h.

Onde: Praça da Gentilândia. Avenida 13 de maio com Rua Waldery Uchôa, Fortaleza

Mais informações: Evento no Facebook, que além de informar sobre o encontro, é também um espaço para já ir expondo as dúvidas e começar a nivelar as questões a serem trabalhadas no espaço. Tudo construído coletivamente.

 

E aí? Vai em algum? Em todos? Tá sabendo de algum outro evento ligado às bicicletas e que não tenha entrado neste post? Pois então, conte aí nos comentários. 😉

 

Um abraço e vamos pedalar!

Anúncios

Bicicletada no clipe do 30 Seconds to Mars

Já tem um tempo que maridão me mostrou um clipe super lindo do 30 Seconds to Mars. É da música Kings and Queens, e mostra uma bicicletada linda, cheia de cor, luz, arte, bicicletas interessantes e ciclistas fantasiados. E a letra é super linda e passa bem o que vivem e sentem os ciclistas urbanos, essa coisa de vivermos entre o céu (sensação de liberdade e desejo de transformação) e o inferno (violência no trânsito e falta de estrutura).

Um abraço e vamos pedalar!

 

Look de Bike – Fantasia de Punky, a levada da breca

Sheryda_lopes_blogdebikenacidade_punky 20140227_172023

O carnaval está quase no fim e só agora estou publicando uma sugestão de fantasia porque tinha esquecido ^^ Sorry! Quer dizer, posso ter esquecido também porque a fantasia improvisada fico muito cospobre ou ainda, porque o evento para o qual a vesti não terminou tão bem pra mim. Freud explica, quem sabe?

Mas enfim. O evento era uma bicicletada à fantasia para celebrar o carnaval e chamar atenção para a questão da mobilidade urbana. Resolvi improvisar uma fantasia de Punky Brewster, do seriado “Punky, a levada da Breca”. Bastou uma pesquisa no Google imagens, fazer uma porção de sobreposições, colocar tênis diferentes e uma maquiagem com sardas beeeem suave (tanto que nem dá pra ver a make na foto) e voila! Punk! Ou um daqueles palhaços que tiram os peões das arenas de rodeio. rsrsrsrsrs Pode não ter ficado a melhor fantasia do mundo, mas me diverti usando. E uma pessoa até entendeu o que eu estava vestindo ^^

punky_blogdebikenacidade_sherydalopes 20140227_171934

Pena que, no melhor estilo Punky, que foi abandonada pela mãe na frente de um shopping center, meus companheiros de bicicletada me esqueceram no ponto de encontro e partiram sem mim enquanto fui comprar uma garrafinha de água. E pior: a pobrezinha da Shamira ficou só no local, correndo o risco de ser roubada. Chateadíssima com a sociedade acabei voltando pra casa mas pelo menos aproveitei o furo para conversar com um bom amigo que há tempos não via. Acabou que nem foi tão ruim assim.

Fantasia para o ano que vem? Pensei em Macaulay Culkin em “Esqueceram de Mim”, que tal?

Um abraço e vamos pedalar!

P.S.: Sabe a bandana rosa de todo look, essa amarrada na minha perna? Acabei perdendo nesse dia 😦 Acho que carnaval não é mesmo pra mim…