Resenha – Talco cremoso e polvilho antisséptico Granado

Já falei por aqui sobre alguns desodorantes que experimentei e filtros solares e agora é a vez de mostrar meus produtos preferidos para manter os pés cheirosos durante as pedaladas.

Editadas (2)

Muita gente que me conhece sabe que eu sou fã da Granado. Adoro o visual vintage da marca, os cheirinhos e o fato de eles não fazerem testes em animais. Por coincidência (ou não) é deles o meu talco preferido para os pés. Já experimentei de outras marcas, mas um problema que costumava acontecer era de o produto “subir” enquanto caminhava ou pedalava, deixando o colo do pé todo enfarinhado. De tênis e meia isso não era comum, mas de sapatilha ou outro calçado sem meia, acontecia sempre, e dá para ver pelos Looks aqui do blog que esses são os meus calçados preferidos.

Editadas (3)

A embalagem do talco vem com 100 gramas e a que tenho aqui em casa custou R$ 7. Acho que é um preço acima da média desse tipo de produto, mas, para mim, vale a pena. Acontece que ele bem concentrado, então não precisa passar demais para fazer efeito, o que ajuda o produto a render. Já aconteceu de eu comprar um talco mais barato e numa embalagem maior, mas o produto não parecia funcionar. Ou era fininho demais, deixando o pé todo branco e até o calçado, durante as pisadas, ou ainda, tinha um cheirinho não muito agradável. Já os da Granado são perfumadinhos, com essências delicadas. Lembram vovó. #saudade E bem, me identifico com a marca, com as cores, embalagens, com a loja linda… Sou dessas.

O meu preferido é da linha Pink, principalmente por causa da embalagem linda (mentir pra quê? hahaha), mas na última vez em que fui comprar não tinha, então optei pelo da embalagem azul, com o aroma “Sport”. Gostei também, bem cheirosinho, mas acho que o Pink deixa meu armário mais bonito. ^^

Editadas (1)

E quando vou pedalar usando sandálias, opto pelo Talco Cremoso Antisséptico, que acredito que só tem na linha Pink. Acho um produto muito inteligente, pois ele possibilita que os pés sejam tratados sem ficarem brancos e ainda deixa sensação de maciez. Ele funciona como um desodorante cremoso, bastando aplicar e esperar secar antes de colocar o calçado.

Editadas (4)

Confesso pra vocês que gostaria muito que ele secasse mais depressa, porque eu não tenho muita paciência de esperar e se calçar com os pés ainda úmidos, não dá nada certo. Então, quando me lembro de aplicá-lo, deixo os pés secando de frente para um ventilador enquanto termino a maquiagem ou como alguma coisa. Mas, geralmente, esqueço de aplicar e quando lembro não posso mais esperar a secagem. :/ O resultado é que a minha bisnaguinha parece que não acaba nunca. Razão pela qual eu não lembro quanto paguei.

Ah, isso é outra coisa: Não precisa passar demais, pois ele parece ser bem concentrado e o excesso fará ele demorar ainda mais para secar.

O cheirinho, assim como de toda a linha Pink, é muito gostoso e suave, com cheirinho de produto natural. Bom demais. 🙂

E você, tem seus produtos preferidos para proteger os pés? Conte aí nos comentários. 😉 Ah, e se for pedalar de sandálias, lembre-se de tomar mais cuidado, pois com os pés descobertos há mais chances de se machucar. Acreditem, eu sei^^’

Editadas (5)

Todos os produtos deste post foram comprados por mim. 

Um abraço e vamos pedalar!

 

Anúncios

Resenha – Filtro solar para pedalar

Filtro solar para pedalar Sheryda Lopes Blog De Bike na Cidade (1)

Não importa se onde você mora é quente ou frio: tem que usar filtro solar para proteger a pele de manchas, envelhecimento precoce e claro, de doenças sérias como o câncer. Porém, numa cidade quente como Fortaleza, pedalar utilizando o filtro solar pode ser desanimador, pois se o produto for o errado, vai deixar o ciclista com uma sensação de calor ainda maior. Além disso, nada pior do que ter a pele melecada e brilhosa ao chegar em um compromisso.

Detalhe: reparei que quando pedalo com algum tipo de desconforto e estresse, o ritmo da minha respiração muda e o esforço da pedalada é maior. Consequentemente a sudorese também aumenta, daí, as chances de chegar ao meu destino com manchas de suor na roupa são maiores. Isso pode acontecer quando pedalo com filtro solar melequento, roupa desconfortável, altura do selim desregulada ou até mesmo quando sinto alguma dor. Por isso, tornar a pedalada o mais confortável possível ajuda a chegar ao compromisso sem manchas embaixo do braço ou nas costas e barriga.

Hoje vou mostrar alguns dos produtos que uso para tentar me proteger dos raios solares sem sentir tanto desconforto nem ficar com o rosto oleoso.

PARA O ROSTO

Base compacta Spectraban

Filtro solar para pedalar Sheryda Lopes Blog De Bike na Cidade (4)

Embalagem sujinha e zoada de tanto eu derrubar no chão. Vida real, meus caros.

É base ou protetor? rsrsrsrs Este é o produto que uso no rosto, colo, orelhas e pescoço quando a intenção é sair maquiada. Minha cor é a bege-médio e tem FPS 39. Eu gosto pela praticidade da aplicação (até tenho uma base líquida com filtro solar de outra marca, mas acho muito difícil de aplicar), pois só com a esponjinha você vai lá e pá-pum. Rapidinho e sem muito mistério. Esconde bem as olheiras e outros defeitinhos, uniformiza o tom da pele e não fica pesado. Não costumo usar corretivo, então é um produto que gosto porque realmente tem uma cobertura bem legal. Deixa um pouquinho de brilho na pele, mas é um brilho bonito, não é oleoso. Sempre arremato com pó compacto – que no meu caso virou pó-farofa, como acontece com quase toda maquiagem que tenho e derrubo no chão. Quando chego ao destino, se estiver suada, apenas seco o rosto encostando suavemente uma toalha de papel e pronto.

O chato é que, como praticamente toda maquiagem, pode manchar a roupa e deixar a tela do telefone bege quando você encosta na cara. rsrsrsrs Isso me incomoda bastante, a vocês não? Mas a textura do produto é ótima e não escorre. Ah, em mim ele acumula naquela ruguinha chata perto da boca, o famoso “bigode chinês”, e acaba marcando ao invés de esconder. Para resolver isso sempre que lembro passo os dedos para desmanchar a marca.

Também pode acentuar áreas ressecadas, por isso faço esfoliações periodicamente para tirar a pele morta e tento lembrar do tônico adstringente antes de usar a base/protetor. O tônico também ajuda a dar uma textura bacaninha ao rosto e segurar a oleosidade. Com ele, a maquiagem dura mais.

Uma sugestão que eu daria ao fabricante do Spectraban seria melhorar a embalagem, que acho grande demais para levar na bolsa, e disponibilizar refis do produto e da esponjinha. O estojinho é bem resistente e bem dividido e eu acho desperdício jogar ele fora quando acaba.  Com o refil, além da economia, haveria menos plástico na natureza.

Onde encontrar: Farmácias e drogarias.

Quanto paguei: Cerca de R$ 80. Eu acho caro, mas como dura bastante e eu uso muito, vale a pena.

Vantagens: Cor bonita, textura bacana, sem brilho, sensação de pele hidratada, estojo bem dividido (com compartimento para a esponja), FPS bacana.

Desvantagens: Não tem refil e o estojinho é um pouco grande.

Gel Ultra Seco da Pharmavie

Filtro solar para pedalar Sheryda Lopes Blog De Bike na Cidade (3)

Essa é uma das melhores coisas que descobri quando o assunto é cosmético. Com FPS 45, esse produto cumpre muito bem o que promete. Gente, é incrível: não fica melequento nem pesado de jeito nenhum, e ainda dá uma textura aveludada na pele. Parece até que você passou pó, embora não seja pigmentado. Com ele no rosto, até o suor escorre menos, o que é bom para quem tem olhos sensíveis que ficam irritados com filtro solar. Aliás, se eu pudesse passaria esse produto até no corpo, mas a embalagem é pequena e eu fico com pena de gastar. Costumo usar este produto quando não vou sair maquiada, como na pedalada para o Cumbuco e para a Praia de Iracema. Importante: Não misture os filtros solares, pois um pode anular a ação do outro.

A Pharmavie também tem uma loção hidratante com filtro solar para o corpo que é levinha, mas deixa a pele com um pouco de brilho.

Desvantagem: O gosto é horrível por isso tome cuidado para não encostar nos lábios e evite beijar alguém enquanto estiver usando o produto. É beeeem ruim mesmo.

Onde encontrar: Lojas da Pharmavie e encomendando por telefone (eles entregam em casa ^^)

Quanto paguei: Cerca de R$ 30.

Vantagens: Sequinho, sem cheiro, FPS bacaninha e textura legal na pele.

Desvantagem: Embalagem pequena e gosto ruim (a propósito, não coma filtro solar).

PARA O CORPO

Protetor Solar tamanho família Dauf

Filtro solar para pedalar Sheryda Lopes Blog De Bike na Cidade (2)

Este aqui eu comprei querendo economia, mas acabei me arrependendo. Com FPS 30, a embalagem diz que o produto é livre de óleo e resistente à água, e recomenda a reaplicação sempre que a pessoa nadar, suar muito, banhar-se ou secar-se com a toalha (cadê a resistência?). Quando vi o tamanho da embalagem – 500 ml – e que era livre de óleo, achei que seria uma boa escolha. Só que o produto mostrou-se bem pesado na pele, deixando uma espécie de capa brilhosa e ficando meio grudento com o suor. Tanto, que quase sempre eu lavo bem os braços ou passo lenços umedecidos ao chegar ao meu destino, tamanha a agonia. O certo seria reaplicar depois disso, mas ainda não fiz o potinho reserva para deixar na bolsa. Então, é bem chatinho mesmo. Em compensação, ele praticamente não tem cheiro, o que é bem legal. Recomendo que seja usado na praia, mas quando o pote enorme acabar, vou atrás de outro produto. Aliás, encontrar um filtro solar para o corpo que não seja desconfortável durante a pedalada é algo que ainda quero realizar.

Onde encontrar: Farmácias Pague Menos.

Quanto paguei: Cerca de R$ 50.

Vantagens: Tamanho grande e sem cheiro.

Desvantagem: Não fica muito leve na pele.

Como o post já está bem grande, vou deixar a proteção dos lábios para  outro momento. Espero que tenham gostado destas dicas e que não se esqueçam de incluir o filtro solar nas suas aventuras pedalísticas. Mas lembrando que ainda estou aprendendo, então se você tiver outras dicas, favor colocar aí nos comentários.

Todos os produtos deste post foram comprados por mim. 

Um abraço e vamos pedalar!